TESTEMUNHOS:

Seu testemunho é uma importante ferramenta para levar o evangelho adiante!Contamos com sua colaboração!Um grande e sincero abraço! E que Jesus continue abençoando a sua vida!Envie seu testemunho para familiadahmer@bol.com.br ou
1 Clique aqui.

PRISIONEIROS:


PRISIONEIROS:
"Não te envergonhes, portanto, do testemunho de nosso Senhor, nem do seu encarcerado,que sou eu; pelo contrário, participa comigo dos sofrimentos, a favor do evangelho, segundo o poder de Deus." 2 Timóteo 1:8


Nesta local encontra-se o nome de cristãos presos oficialmente por causa de sua fé e testemunho cristãos, e uma breve descrição de seu caso . Eles estão agrupados de acordo com o país onde estão detidos. A data entre parênteses corresponde ao ano de seu nascimento.


PRISIONEIROS DA ARGÉLIA:

Habiba Kouider:
Ex-muçulmana convertida ao cristianismo, foi sentenciada a três anos de prisão por praticar sua fé “sem licença”, em março de 2008, após ser encontrada portando várias Bíblias e livros cristãos.

PRISIONEIROS DA CHINA:

Ao longo de 2007, mais de 600 pastores e líderes cristãos foram colocados atrás das grades por causa de sua fé. Pastores e líderes cristãos chineses pedem orações para que recebam perseverança. Mas eles não pedem para que a perseguição pare. Eles crêem que os açoites e a privação são positivos para o seu ministério.
Aiqing Zhu (1956) //////
Em 9 de junho de 1996, ela foi presa pela prática de “atividade ilegal de evangelismo” e sentenciada a 20 anos de prisão.
Alimjan Yimit //////
Muçulmano convertido, líder de uma igreja doméstica cristã da etnia uigur na província de Xinjiang no noroeste da China, foi preso em 12 de janeiro de 2008 por oficiais de segurança do estado. Eles o detiveram dizendo para os membros da família que a prisão era um “assunto de segurança nacional”. Os detalhes das acusações contra ele ainda são desconhecidos.
An Jianzhao (1974) //////
Sacerdote católico ilegal, da diocese de Boading, Província de Hebei, foi preso e sentenciado a reeducação por meio de trabalho forçado em 6 de agosto de 2004.
Chen Zhong (1970) //////Cristão preso em 2000 e sentenciado a oito anos de prisão por “atividade ilegal de evangelismo e distúrbio da segurança social”.
Ding Yutang /////
Líder cristão preso em 28 de março de 2003, enquanto conduzia um culto. A polícia disse que os cristãos evangélicos (mais de cem) formavam uma “organização sectária”.
Dong Daolai //////
Durante o mês de outubro de 2002, foi preso com outros líderes da Igreja do Sul da China. Foi sentenciado a dez anos de prisão.
Fan Qiqin (1956) //////
Cristão preso em 5 de agosto de 1996 e sentenciado a 13 anos de prisão por “distúrbio da segurança social”.
Feng Guangliang //////
Pastor condenado a dois anos de prisão em dezembro de 2006, acusado de incitar resistência violenta à lei. Ele e outros sete cristãos foram presos depois que três mil cristãos de Xiaoshan, na província de Hangzhou, protestaram contra a demolição de uma igreja em julho de 2006.
Gao Xinyou ///////
Líder católico preso em 21 de março de 2005, em Wenzhou. Provavelmente está sendo pressionado a se unir à Igreja oficial.
Gao Yuetang (1962) ///////
Cristão preso em outubro de 1997 e sentenciado a 15 anos de prisão por “distúrbio da segurança social”.
Gao Zhisheng /////
Em uma carta aberta do último dia 21 setembro de 2007, enviada ao Congresso e ao Senado dos Estados Unidos, o advogado Gao Zhisheng listou vários abusos sérios aos direitos humanos praticados em nome dos Jogos Olímpicos de 2008, e alertou para que a comunidade internacional não fosse levada pela propaganda do governo chinês. Subseqüentemente, ele foi preso pelas autoridades chinesas no dia 23 setembro.
Gong Bangkun ////// Líder no movimento da Igreja do Sul da China, preso e sentenciado à morte em dezembro de 2001. Sua sentença de morte foi substituída por 15 anos de prisão.
Gu Changrong /////
Líder de uma igreja não registrada em Pequim, foi presa no momento em que compartilhava sua fé com o secretário do Partido Comunista do seu vilarejo natal, na província de Liaoning. O secretário chamou a polícia, acusando Changrong de "envenenar os membros do Partido Comunista" com a mensagem cristã. Três membros do Comitê de Segurança Pública prenderam a mulher em março de 2007. Ela foi condenada a um ano de reeducação através de trabalho forçado, por "usar seitas malignas para obstruir o exercício das leis estatais", e está cumprindo a pena no Campo de Trabalho de Ma San Jia.
Han Dingxiang (1937) //////
Bispo da Igreja católica não registrada, da diocese de Yong Nian, Hebei. Ele foi preso em 1º de dezembro de 1999, enquanto liderava um retiro.
Hao Yuetang (1956) ///////
Cristão preso em abril de 1996 e sentenciado a 15 anos de prisão.
He Man ///// Irmão chinês sentenciado, em 2003, a cinco anos de prisão por imprimir literatura cristã.
Hu Ying ///// Líder na Igreja do Sul da China, preso em 2000. Recebeu sentença de prisão perpétua.
Hu Yong //////// Líder no movimento da Igreja do Sul da China, sentenciado, em dezembro de 2002, à prisão perpétua sob a acusação de pertencer a uma “seita”.
Huang Aiping /////// Fazendeiro de Xiamen, Distrito de Huli, Província de Fujian. Em 8 de janeiro de 2002, foi sentenciado a sete anos de prisão por “descumprimento da lei por prática de culto”.
Huang Chunshou (1971) ///////
Sacerdote católico da diocese de Baoding, Província de Hebei, preso em 6 de agosto de 2004.
Huo Junlong (1963) //////
Sacerdote católico e vigário geral da diocese de Baoding, preso em 6 de agosto de 2004, na Província de Hebei.
Ji Qingjun /////
Empresário de Xiamen, Distrito de Huli, Província de Fujian. Em 8 de janeiro de 2002, foi sentenciado a sete anos de prisão por “descumprimento da lei por prática de culto”. Anteriormente ele passou três anos, de 1998 a 2001, em um campo de trabalhos forçados.
Jin Da (1974) ////////
Secretário-geral do Movimento Patriótico das Três Autonomias da cidade de Ningbo, Província de Zhejiang. Da foi preso em 12 de julho de 2004. Ele tem 46 igrejas oficiais sob sua liderança, mas, de acordo com notícias, também apóia igrejas domésticas não registradas.
Jin Sailan (1953) ///////
Cristão preso em julho de 2001, e sentenciado a oito anos de prisão por participar de “organização anti-revolução”.
Joseph Choi //////
Missionário norte-americano, de origem sul-coreana, preso em 9 de maio de 2002, enquanto ajudava 14 refugiados norte-coreanos, entre os quais oito ou nove crianças, que buscavam asilo na China. De acordo com algumas fontes, no momento, há mais de cem missionários da China e da Coréia do Sul presos pelo mesmo motivo. Alguns deles foram torturados.
Kang Fuliang ///////
Jovem sacerdote católico da diocese de Baoding, preso, em 1º de julho de 2003, na Província de Hebei. Ele e outros quatro sacerdotes estavam a caminho de uma visita ao bispo Lu Genjun, recém-libertado na época.
Li Huisheng //////
Sacerdote católico da paróquia de Shangyi, preso em 1º de agosto de 2006, com cerca de 20 paroquianos.
Li Jinghua (1942) //////
Cristão preso em janeiro de 1995, e sentenciado a 13 anos de prisão por “atividades anti-revolucionárias”.
Li Jinhu (1971) //////
Estudante católico, fazendo seus estudos para se tornar padre, da diocese de Boading, Província de Hebei. Ele foi preso em 6 de agosto de 2004 com outros nove estudantes.
Li Jinhua (1946) //////
Cristãos preso, em 28 de março de 1995, e sentenciado a 13 anos de prisão por “atividades anti-revolucionárias”.
Li Minglong ///////
Fazendeiro de Xiamen, Distrito de Huli, Província de Fujian. Em 8 de janeiro de 2002, foi sentenciado a sete anos de prisão por “descumprimento da lei por prática de culto”.
Li Ping (1980) //////
Cristã presa, em abril de 1996, e sentenciada a 15 anos de prisão por “atividade ilegal de evangelismo”.
Li Shujun ///////
Jovem sacerdote católico da diocese de Baoding, preso em 27 de dezembro de 2006, na Província de Hebei. O motivo de sua prisão é desconhecido.
Li Ying (1972) ///////
Li Ying é sobrinha do pastor Gong Shengliang, fundador da Igreja do Sul da China. Ela foi presa em maio de 2001 e, em 18 de dezembro de 2001, sentenciada à pena de morte. Em outubro de 2002, ela teve novo julgamento e, agora, cumpre sentença de 15 anos sob a acusação de “estupro e agressão”. Ela não pode ter uma Bíblia e é obrigada a trabalhar 15 horas por dia em uma fábrica de produtos de exportação.
Li Yongshun (1974) ///////
Sacerdote católico da diocese de Baoding, Província de Hebei, preso com mais outros nove sacerdotes em 6 de agosto de 2004.
Lin Daoming //////
Sacerdote católico preso em 3 de maio de 2003, na Província de Fujian.
Liu Bangcheng (1952) //////
Cristão preso em 28 de abril de 2001 e sentenciado a 15 anos de prisão por suposta fraude.
Liu Guolin (1932) //////
Cristão preso em setembro de 1998 e sentenciado a dez anos de prisão.
Liu Shunting (1974) //////
Cristão preso em outubro de 1998 e sentenciado a 18 anos de prisão por ser “crime político”.
Liu Wei (1961) ////////
Cristão preso em junho de 1998 e sentenciado a 15 anos de prisão por “atividades anti-revolucionárias”.
Liu Xinjuang (1952) //////
Cristão preso em outubro de 1993 e sentenciado a 15 anos de prisão por “atividades anti-revolucionárias”.
Lou Yuangi /////
Líder de uma igreja doméstica na cidade de Quingshuihe, município de Huocheng, que fica na Região autônoma Uigur de Xinjiang, foi preso no dia 16 de maio de 2008.
Ele foi interrogado pela Agência de Segurança Estatal durante uma hora e no mesmo dia foi transferido para o Centro de Detenção de Huocheng, acusado de incitar o separatismo.
Luo Bingliang //////
Pastor condenado a um ano de prisão em dezembro de 2006, acusado de incitar resistência violenta à lei. Ele e outros sete cristãos foram presos depois que 3 mil cristãos de Xiaoshan, na província de Hangzhou, protestaram contra a demolição de uma igreja em julho de 2006.
Ma Wuyong (1974) /////
Sacerdote católico da diocese Boading, Província de Hebei, preso com outros 9 sacerdotes em 6 de agosto de 2004.
Mengyu Tang (1977) //////
Mulher líder na Igreja do Sul da China, presa em junho de 2004 e sentenciada a seis anos de prisão.
Minghua Sun //////
Líder no Igreja do Sul da China. De acordo com uma carta, de 28 de janeiro de 2002, enviada por parentes preocupados, ela recebeu sentença de prisão perpétua.
Osman Imin //////
As autoridades o colocaram numa prisão criminal em 19 de novembro de 2007 e o acusaram de ajudar estrangeiros em atividades religiosas ilegais e de revelar segredos de Estado. Inicialmente foi pedida uma sentença criminal de 10 a 15 anos, mas depois que o caso chegou à imprensa internacional a sentença foi reduzida para dois anos de “reeducação”.
Qiao Juwei (1974) //////
Sacerdote católico da diocese de Boading, Província de Hebei, preso com outros nove sacerdotes em 6 de agosto de 2004.
Qin Yingshan (1974) /////
Sacerdote católico da diocese de Boading, Província de Hebei, preso com outros nove sacerdotes em 6 de agosto de 2004.
Shao Shumin //////
Sacerdote católico e vigário geral da diocese de Wenzhou (na região leste da Província de Zhejiang) preso em 3 de setembro de 2006, apenas três horas após seu retorno da Europa. A polícia apreendeu grande número de livros e de fotos que o sacerdote trouxe da Europa.
Shen Zhuke (1955) //////
Pastora condenada a três anos e meio de prisão em dezembro de 2006, acusada de incitar resistência violenta à lei. Ela e outros sete cristãos foram presos depois que 3 mil cristãos de Xiaoshan, na província de Hangzhou, protestaram contra a demolição de uma igreja em julho de 2006. Sua sentença foi a maior do grupo, pois Zhuke foi considerada a mentora do crime. Ela deve ser libertada em 4 de fevereiro de 2010.
Shi Weihan //////
Proprietário de uma livraria em Beijing (Pequim) foi preso novamente por publicar Bíblias e literatura cristã após ter sido liberado em janeiro devido a "evidências insuficientes".
Shi Weihan tem 37 anos ////, é pai de dois filhos e foi preso no dia 19 de março. Visitas familiares não têm sido permitidas, de acordo com sua esposa Zhang Jing. A primeira prisão dele ocorreu de 28 de novembro de 2007 a 4 de janeiro de 2008.
Zhang disse estar "muito preocupada" com a saúde de Shi Weihan, porque ele tem diabetes.
Shu Wenxiang //////
Líder de uma igreja não-registrada foi sentenciado, sob acusações de “evangelismo ilegal” e participação em “reunião ilegal”, a um ano de re-educação pelo trabalho. Essa é uma forma de punição por meio de trabalhos forçados em regime fechado. Sua prisão aconteceu em 3 de dezembro, quando mais de 50 cristãos de igrejas não-registradas estavam reunidos na casa de um cristão chamado Xie Ruming, na cidade de Zhoukou, província de Henan.
Shuang Shuying (1930) ///////
Mãe do pastor Hua Huiqi, Shuying está presa desde fevereiro de 2007. Ela foi condenada a dois anos de prisão, por um tribunal de Pequim, acusada de danificar propriedade pública e privada. Seu estado de saúde é preocupante.
Sol Qingwen //////
Pastor preso em 15 de junho de 2007, acusado de realizar um "culto satânico". Ele foi enviado à província de Shandong como missionário por uma de Henan. Foi sentenciado em junho de 2007 a um ano de detenção em um campo de reeducação e trabalho, em Shandong. Sua libertação se dará em 14 de julho de 2008.
Su Dean //////
Líder proeminente da igreja doméstica de Fangcheng, preso no dia 20 de dezembro de 2007 na cidade de Jiuquan. Estava no meio de um culto quando autoridades locais interromperam e o prenderam. Foi acusado de “reunirem-se em uma assembléia ilegal sob fachada religiosa”. Em 05 de Janeiro de 2008 sua pena foi elevada.
Su Zhemin (1932) /////
Bispo católico de Baoding, Província de Hebei, detido e hospitalizado desde outubro de 1997. No final de 2003, pode conversar brevemente com alguns parentes, mas seu paradeiro atual é desconhecido.
Sun Minghua (1965) //////
Cristã da Igreja do Sul da China, presa em outubro de 2002 e sentenciada a 13 anos de prisão.
Tang Houyong ///////
Líder de uma igreja não-registrada foi sentenciado, sob acusações de “evangelismo ilegal” e participação em “reunião ilegal”, a um ano de re-educação pelo trabalho. Essa é uma forma de punição por meio de trabalhos forçados em regime fechado. Sua prisão aconteceu em 3 de dezembro, quando mais de 50 cristãos de igrejas não-registradas estavam reunidos na casa de um cristão chamado Xie Ruming, na cidade de Zhoukou, província de Henan.
Tian Ming-ge //////
Líder proeminente da igreja doméstica de Fangcheng, preso no dia 20 de dezembro de 2007 na cidade de Jiuquan. Estava no meio de um culto quando autoridades locais interromperam e o prenderam. Foi acusado de “reunirem-se em uma assembléia ilegal sob fachada religiosa”. Em 05 de Janeiro de 2008 sua pena foi elevada.
Wang Changmao (1947) ///////
Cristão preso em setembro de 2000 e sentenciado a 10 anos de prisão.
Wang Junling //////
Sacerdote católico ilegal, da diocese de Zhangjiakou, preso em 1º de abril de 2005, provavelmente por recusar se juntar à Igreja oficial.

Wang Zaiqing /////
Líder de igreja não-registrada da província de Anhui, sentenciado a dois anos de prisão, sob acusação de "práticas comerciais ilegais" em outubro de 2006. Ele foi multado em 100 mil iuans (12.500 dólares), e todos os livros e recursos para impressão foram confiscados de sua casa. Zaiqing é deficiente físico desde os 5 anos de idade.
Xiao Gaowen /////
Cunhado do pastor Cai Zhuohua. Foi preso em setembro de 2004, poucos dias após seu cunhado, juntamente com sua irmã (esposa de Cai). Em 8 de novembro de 2005, os três foram considerados culpados de “operações comerciais ilegais” já que foram encontradas 237 mil Bíblias e outros livros cristãos em um depósito da igreja. Ele foi sentenciado a 18 meses de prisão.
Xiao Yangli (1972) //////
Ex-secretária da Igreja do Sul da China presa em maio de 2001 e, em dezembro do mesmo ano, foi sentenciada pelo tribunal de Jingmena a 10 anos de prisão. Ela está detida na prisão feminina em Wuhan, onde faz trabalho de alfaiataria por 16 horas diárias. Ela não pode ter uma Bíblia e, de acordo com a Associação de Ajuda à China, ela parece exaurida física e mentalmente.
Xie Zhenqi /////
Líder de uma igreja não-registrada foi sentenciado, sob acusações de “evangelismo ilegal” e participação em “reunião ilegal”, a um ano de re-educação pelo trabalho. Essa é uma forma de punição por meio de trabalhos forçados em regime fechado. Sua prisão aconteceu em 3 de dezembro, quando mais de 50 cristãos de igrejas não-registradas estavam reunidos na casa de um cristão chamado Xie Ruming, na cidade de Zhoukou, província de Henan.
Xin Yuping (1942) //////
Mulher cristã presa em 20 de novembro de 1998 e sentenciada a nove anos de prisão por “prática de culto”.
Xu Fuming (1976) /////
Líder na Igreja do Sul da China. Em 8 de agosto de 2001, foi preso e, em dezembro do mesmo ano, sentenciado à pena de morte. Após essa época, a sentença foi derrubada, e o caso está sendo revisto.
Xu Jinshui (1936) //////
Cristãos preso, em abril de 1999, e sentenciado a pena de prisão perpétua por participar de “organização anti-revolucionária”.
Xao Liang (1923) //////
Bispo da Igreja católica ilegal, diocese de Xiwanzi, Província de Hebei. Preso em março de 2005 e, de novo, em 30 de julho de 2006. Ele está detido em local desconhecido.
Yang Lingyu (1940) //////
Cristão preso em março de 1997 e sentenciado a dez anos de prisão.
Yi Chuanfu (1955) ////
Pastor preso em outubro de 2002 e sentenciado a dez anos de prisão. Ele foi violentamente agredido.
Ying Li //////
Líder na Igreja do Sul da China. Sentenciado à morte, mas, de acordo com uma carta de seus parentes, datada de 28 de janeiro de 2002, a execução da sentença não será levada a cabo por dois anos.
Zhang Geming /////
Pastor preso em 15 de junho, acusado de realizar um "culto satânico". Ele foi enviado à província de Shandong como missionário por uma de Henan. Foi sentenciado em junho de 2007 a um ano de detenção em um campo de reeducação e trabalho, em Shandong. Sua libertação se dará em 14 de julho de 2008.
Zhang Rongliang //////
Zhang Rongliang, um dos mais conhecidos e respeitados líderes da Igreja não registrada da China, é líder da congregação Fengcheng, rede de igrejas não-registradas. Em 1º de dezembro de 2004, ele foi preso sem qualquer acusação em Zhenghou, Província de Henan. Em 29 de junho de 2006, foi sentenciado a sete anos e meio de prisão. O pastor Rongliang sofre de cinco doenças crônicas, todas reconhecidas pelo diagnóstico de hospital oficial de 2005. De acordo com a lei chinesa, ele está pode solicitar liberdade condicional por seu problema de saúde. Rongliang já passou um total de 12 anos na prisão por causa de suas atividades religiosas. Ele é casado com Chen Hongxian.
Zhang Ruipin //////
Sacerdote católico ilegal, de Fuzhou, Província de Fujian, preso em 12 de abril de 2003.
Zhang Zhenguan, Jean-Baptiste (1974) //////
Sacerdote católico ilegal, da diocese de Boading, Província de Hebei, preso, em agosto de 2004, e sentenciado a reeducação por meio de trabalho forçado.
Zhao Erhuai (1956) /////
Cristã presa em 29 de janeiro de 2001 e sentenciada a dez anos de prisão por “participar de culto”.
Zhao Faliang (1959) //////
Cristão preso em outubro de 1998 e sentenciado a 17 anos de prisão por “crime político”.
Zhao Qiqian //////
Membro da Igreja do Sul da China, que cumpre pena de sete anos em campo de trabalho forçado por ser cristão.
Zhao Xiqing /////
Membro da Igreja do Sul da China, preso em 2001 por fazer evangelismo. Agora, cumpre sua sentença de sete anos de serviço na cidade de Yunyang, Província de Sichuan.
Zhou Benyou (1951) //////
Cristão preso em outubro de 1993 e sentenciado a 15 anos de prisão por prática de “atividades anti-revolucionárias”.
Zhou Benyou (1967) ///////
Cristão preso em outubro de 1994 e sentenciado à prisão perpétua.
Zhu Aiqing (1962) /////
Cristã presa em 9 de junho de 1998 e sentenciada a 20 anos de prisão por “atividade ilegal de evangelismo”.
Zhu Dehua (1954) //////
Cristão preso em 26 de maio de 1998 e sentenciado a 13 anos de prisão por “atividades anti-revolucionárias”.
Zhu Huaili (1951) /////
Cristão preso, em março de 1998 e sentenciado a dez anos de prisão por “atividades anti-revolucionárias”.

PRISIONEIROS DA COLÔMBIA:

Guillermo Correa Ortiz (1932)Sacerdote católico seqüestrado em 4 de agosto de 2000, em Gigante, cerca de 320 quilômetros a sudoeste de Bogotá. O grupo guerrilheiro FARC [Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia – Exército do Povo] exige R$ 977.100,00 para que ele retorne em segurança. A condição de saúde de Guillermo é ruim.

PRISIONEIROS DAS ILHAS COMORES:

Pedro*, Timóteo* e dois outros
Em maio de 2006, quatro homens foram presos por participar de estudos bíblicos em 30 de maio, foram levados ao tribunal e sentenciados a três meses de prisão. Durante o julgamento, supostos fundamentalistas muçulmanos exigiram que os acusados fossem mortos pelo “crime” de envolvimento com cristianismo. De acordo com notícias, Pedro e Timóteo sofreram abuso físico e verbal. A polícia os agrediu com chutes e tentou fazer com que negassem a fé. A esposa de Pedro também foi presa, mas foi libertada mais tarde.

PRISIONEIROS DA CORRÉIA DO NORTE:

Cerca de um quarto dos cristãos norte-coreanos está preso por causa de fé, detido em prisões e campos militares. Estima-se que o total de cristãos existentes no país esteja entre 200 a 500 mil. Por enquanto.

Ahn Seung-Won /////
Em 1995, a polícia de segurança norte-coreana levou à força o pastor Ahn Seung-Won enquanto ele estava na China. Ele havia sido enviado pela Igreja Pentecostal Yonggi Cho, de Seul (Coréia do Sul) para pregar o evangelho na Coréia do Norte. Ele ainda está detido, em Pyongyang, sob acusação de espionagem.
Son Jong-nam //////
Cristão no corredor da morte, detido na prisão de Pyongyang. Em 1998, ele e sua família fugiram para a China, onde conheceu o evangelho. Em 2004, Son Jong-nam voltou à Coréia do Norte, para evangelizar seus compatriotas. Ele foi detido e acusado de espionagem.


PRISIONEIROS EM CUBA:

Jose Luis Rodriguez Chavez /////
Funcionário de um grupo de direitos humanos na municipalidade de San Miguel Padron, foi detido no dia 26/11/07 por forças de repressão do governo cubano que bateram brutalmente em famílias cristãs de um bairro pobre de Havana que realizavam uma vigília de oração em nome de todos os prisioneiros políticos cubanos.
Yordis Ferrer ////
Pastor conduz uma congregação pentecostal, foi detido no dia 26/11/07 por forças de repressão do governo cubano que bateram brutalmente em famílias cristãs de um bairro pobre de Havana que realizavam uma vigília de oração em nome de todos os prisioneiros políticos cubanos.
Oscar Elias Biscet (1961) //////
Ativista cristão pró-democracia, preso com outros 75 dissidentes em 2003. Ele foi condenado a 25 anos de prisão, culpado de “conduta desordeira” e “atividades contra-revolucionárias”. Eles está detido atualmente na prisão Combinado del Este, em Havana.
Osmar Osmani Balman del Pino /////
Delegado de um grupo de direitos humanos na municipalidade de San Miguel Padron, foi detido no dia 26/11/07 por forças de repressão do governo cubano que bateram brutalmente em famílias cristãs de um bairro pobre de Havana que realizavam uma vigília de oração em nome de todos os prisioneiros políticos cubanos.
William Cepero ///////
Funcionário de um grupo de direitos humanos na municipalidade de San Miguel Padron, foi detido no dia 26/11/07 por forças de repressão do governo cubano que bateram brutalmente em famílias cristãs de um bairro pobre de Havana que realizavam uma vigília de oração em nome de todos os prisioneiros políticos cubanos.


PRISIONEIROS DO EGITO:

Abdel Masih Awad Sayd (1920) /////
Na Província de Sharkeya, Abdel Masih Awad Sayd e quatro familiares estão sob a custódia da polícia desde 11 de dezembro de 2005, dia posterior à morte de um muçulmano. Os cristãos transferiram a escritura de cinco de suas propriedades crendo que isso cobriria seu “débito” de R$ 172.400,00 e asseguraria sua libertação. Ainda não foi determinada a data para a primeira audiência do tribunal.
Bahia Nagy El-Sisi //////
No dia 23 de setembro de 2008, ela foi sentenciada a três anos de prisão por “falsificação de um documento oficial”, já que sua certidão de casamento apresenta sua religião como “cristã”. Sua identidade religiosa (muçulmana), até então desconhecidas para ela, foi mudadas há 46 anos, devido à conversão de seu pai ao islã.
Bolis Rezek-Allah //////
Há 3 anos, Bolis um farmacêutico cristão conheceu Enas, uma muçulmana convertida. Com o relacionamento estabelecido, eles decidiram se casar, mas o obstáculo era a lei egípcia que não permite que um homem cristão se case com uma mulher muçulmana, embora o oposto seja permitido.
Como o casal seria incapaz de se casar legalmente no Egito, a única opção que eles tinham era mudar seus nomes e religião na carteira de identidade para assumir um nome cristão com a ajuda de um funcionário do Registro Civil Oficial.
Eles então se casaram na Igreja Copta e quando tentaram fugir do Egito, foram pegos pela polícia, aprisionados e torturados.
No tribunal criminal, no dia 9 de março de 2008, caso n° 122012006 , no norte de Cairo , foi dada a Bolis e sua esposa Enas uma condenação de 10 anos.
Enas Yehya Abdel Aziz ///////
Há 3 anos, Enas, uma muçulmana convertida conheceu o farmacêutico cristão Bolis. Com o relacionamento estabelecido, eles decidiram se casar, mas o obstáculo era a lei egípcia que não permite que um homem cristão se case com uma mulher muçulmana, embora o oposto seja permitido.
Como o casal seria incapaz de se casar legalmente no Egito, a única opção que eles tinham era mudar seus nomes e religião na carteira de identidade para assumir um nome cristão com a ajuda de um funcionário do Registro Civil Oficial.
Eles então se casaram na Igreja Copta e quando tentaram fugir do Egito, foram pegos pela polícia, aprisionados e torturados.
No tribunal criminal, no dia 9 de março de 2008, caso n° 122012006 , no norte de Cairo , foi dada a Bolis e sua esposa Enas uma condenação de 10 anos.
Hesham Azmy Iskender (1984) /////
Em 15 de abril de 2006, Hesham foi detido no caminho de volta do trabalho. Ele foi um dos 101 cristãos e muçulmanos detidos naquele fim de semana. Durante o mês seguinte, a polícia libertou a maioria desses detidos. Todavia, mesmo após o despacho do promotor público ordenando a libertação de todas as pessoas detidas em maio, eles continuaram a renovar a ordem de prisão de Hesham e outros seis cristãos. Inicialmente, os sete cristãos foram mantidos por mais de um mês no Distrito Policial de Montazah, onde foram muito agredidos e maltratados.
Hesham Samir Ibrahim (1976) //////
Detido na prisão Mazraa Tora, desde 7 de maio de 2002, por causa de sua conversão ao cristianismo, em 1996.
Malak e Naglaa Gawargios Fahmy ///////
Casal cristão detido em fevereiro de 2003, como tentativa de forçar Naglaa a desistir de sua fé e retornar ao islamismo. Ela foi batizada em 1996. Eles têm dois filhos: Maria (5) e George (2).
Naseem Abdel-Malak (1961) /////
Cristão copta preso no fim de 1997. Em 13 de novembro de 1997, ele foi sentenciado à prisão perpétua com trabalho forçado. Ele é médico, diretor do Hospita El-Khanka, acusado de liberar ilegalmente um doente mental fundamentalista islâmico que matou nove turistas alemães no Cairo, em setembro de 1997. Não há certeza se Naseem é realmente culpado da acusação, e sua sentença é extraordinariamente pesada. A família apelou diretamente ao presidente Mubarak por clemência. Naseem é casado e tem dois filhos.
Shaiboub W. Arsal (1964) //////
Cristão preso, em 22 de setembro de 1998, sob a acusação de matar dois cristãos coptas, em El-Kosheh. Em 5 de junho de 2000, ele foi sentenciado a 38 anos de trabalhos forçados, a pena máxima da lei egípcia, por assassinato não premeditado. Ele é casado e tem três filhos.


PRISIONEIROS DA ERITRÉIA:

Há cerca de 1.800 cristãos presos por sua fé na Eritréia. Abaixo, listamos o nome de alguns cuja história é conhecida. Por enquanto, não temos acesso a esses cristãos.

Abune Antonios //////
Ex-patriarca da Igreja Ortodoxa, destituído de seu cargo por uma ordem do governo em janeiro de 2006. Desde agosto de 2005, Abune Antonios permanece sob guarda policial em Asmara, proibido de deixar sua residência e agora sem o direito de receber visitas. Acredita-se que Abune Antonios tenha caído no desfavor do governo ao protestar contra a prisão, em março de 2005, de três padres ortodoxos ativos em movimentos de escola dominical.
Daniel Heilemichel //////
Daniel Heilemichel, pastor da Igreja Carismática Palavra de Poder, foi levado de sua casa em 23 de fevereiro de 2006. Foi colocado na detenção do 2º Distrito Policial de Asmara. Um cristão da cidade disse: “A esposa dele está muito aflita”, mencionando que os dois se casaram apenas um mês antes da prisão de Daniel.
Dawit Mesghena //////
Membro da Igreja Rema, em Adi-Segdo, foi preso em sua casa em 5 de julho de 2004, sem nenhuma explicação por parte da polícia militar. Ele foi levado para o campo militar próximo de Asmara.
Demoze Afwerki //////
Cristão luterano preso em 18 de março de 2005.
Elsa Ghermay (1974) /////
Membro da Igreja do Evangelho Pleno, ela foi presa, em 5 de julho de 2004, enquanto compartilhava sua fé em uma estrada de Asmara. Ela foi levada para a prisão militar Mai Serwa.
Kifle Gebremeskel ////
Preso em 23 de maio de 2004, sem acusação. Ele foi detido em Wongel Mermera, centro de investigação do Governo, em Asmara, desde agosto de 2004, e não pode ter contato com sua família.
Futsum Gebrenigus ////
Pastor preso em 2005.
Futsum Kuluberhan /////
Clérigo da Medhane Alem, movimento de escola dominical da Igreja Ortodoxa, preso em 13 de março de 2005.
Gebremedhin Georgis /////
Clérigo da Medhane Alem, movimento de escola dominical da Igreja Ortodoxa, preso em 13 de março de 2005.
Habteab Oqbamichael /////
Líder leigo da Igreja Rema preso, com sua esposa e cinco filhos, durante a noite de 18 de março de 2004. Ele é mantido na prisão Adi Abeto, localizada fora de Asmara.
Hagos Abraha /////
Pastor da Igreja do Evangelho Pleno, preso em 2005.
Haile Naizgi //////
Pastor líder da Igreja do Evangelho Pleno, preso em 23 de maio de 2004, sem acusação. Ele foi detido em Wongel Mermera, centro de investigação do Governo, em Asmara, desde agosto de 2004, e não pode ter contato com sua família. Ainda não foram divulgadas as acusações contra ele. Ele é casado e tem quatro filhos.
Isaac Mehari ////
Pastor da Igreja Kale Hiwot, preso em 2005.
Iyob Berbe /////
Pastor da Igreja Kale Hiwot, preso em 2006. No início de 2007, ele estava hospitalizado com sérios ferimentos. O pastor Iyob foi submetido a duras punições militares que exigiram tratamento médico de emergência no Hospital Público Mendefera. Desde essa época, ele foi transferido para o Distrito Policial de Mendefera, onde permanece preso por recusar assinar documentos abjurando sua fé e atividades evangelistas.
Kelete ///////
Líder leigo da Igreja Rema presourante a noite de 17 de março de 2004, enquanto fazia uma devoção familiar em casa. Sua esposa, seis filhos e sogro também foram presos. Eles estão mantidos na prisão Adi Abeto, localizada fora de Asmara.
Kidane Gebremeske /////
Pastor da Igreja do Evangelho Pleno detido e preso em 2005.
Kidane Weldou (1950) //////
Kidane Weldou, pastor líder da Igreja do Evangelho Pleno, desapareceu nas ruas de Asmara, em 18 de março de 2005, presume-se que foi detido por forças de segurança eritréias. Nem a família nem a igreja conseguiram descobrir seu paradeiro ou sob que acusações ele é mantido preso. Ele é casado e tem quatro filhas.
Kiflu Gebremeske //////
Pastor líder da Igreja do Evangelho Pleno preso em 23 de maio de 2004. Preso, sem acusação, em Wongel Mermera, centro de investigação do Governo, em Asmara, desde o último mês de agosto, todo contato com a família foi cortado.
Learemedhiu ////
Pastor preso em 2005.
Meaza Aray (1970) //////
Membro da Igreja do Evangelho Pleno, ela foi presa, pela segunda vez, em 5 de julho de 2004, enquanto compartilhava sua fé em uma estrada de Asmara. Ela foi levada para a prisão militar Mai Serwa.
Samuel Ogbazghi /////
Pastor preso em 2005.
Tekleab Mengisteab ////
Clérigo da Medhane Alem, movimento de escola dominical da Igreja Ortodoxa, preso em 13 de março de 2005.
Tesafa Araya //////
Membro da Igreja Rema, em Adi-Segdo, preso em sua casa em 5 de julho de 2004, sem qualquer explicação por parte da polícia militar. Ele foi levado para a Armação “8”, campo militar próximo de Asmara.
Tesfatsion Hagos /////
Pastor da Igreja Rema preso em 26 de maio de 2004. Ele está detido, sem acusação, em Wongel Mermera, centro de investigação do Governo em Asmara desde agosto de 2004. Tesfatsion teve todo contato com a família cortado.
Tewelde Gebreab //////
Pastor da Igreja do Evangelho Pleno, detido e preso em 2005.
Tewelde Hastezion /////
Pastor preso em 2005.
Unkba Michael Teklehaymanot //////
Detido pela terceira vez em setembro de 2007 em sua casa, em Asmara. A sua última prisão se deu em janeiro de 2005, enquanto ele realizava uma cerimônia de casamento. Na ocasião, ele foi levado para um campo em Sawa, onde passou 10 meses.
Yohannes Tesfamichael ////
Pastor da Igreja Nova Aliança, preso em 2005.


PRISIONEIROS DO LÊMEN:

Hadni Dohni
Ex-muçulmano que se converteu ao cristianismo, foi acusado de "promover o cristianismo ao distribuírem a Bíblia". Ele foi preso no último dia 18 de junho e transferidos para a cidade de Sana"a enquanto as autoridades iemenitas o investiga. Segundo fontes da International Christian Concern (ICC), ele corre o risco de ser torturado por forças de segurança ieme


PRISIONEIROS DA`ÍNDIA:

Chandra /////
O pastor e missionário Chandra foi preso pela polícia de Orissa em dezembro de 2003, sob a acusação de batizar cinco recém-convertidos. Outros 14 missionários também enfrentam perseguição e prisão sob a legislação anticonversão do Governo de Orissa.
Suresh Thackaray (1967) /////
Ministro metodista preso em 3 de julho de 2003 por ter danificado um ídolo hindu. Ele está detido em Junagadh, no Estado de Gujarat. Suresh recusou pagar suborno. Ele é casado com Ruby e, durante os últimos sete anos, o casal dirigiu um orfanato.


PRISIONEIROS DO IRÃ:

Arash /////
Convertido do islamismo e envolvido com uma igreja doméstica, foi preso no dia 13 de maio de 2008 pela polícia enquanto conversava em um parque com outro cristão, também convertido do islamismo, Mahmood Matin.
Behrouz Sadegh Khandjani /////
Desde 10 de dezembro de 2006, esse líder de igreja doméstica está sob a custódia da polícia em Teerã, onde os policiais o mantém sob o pretexto de que deve pagar um débito pendente. Ele foi preso por evangelizar.


PRISIONEIROS DO LAOS:

Boon Chanh Khunthawong (1940) /////
Cristão da etnia Khmu, Boon foi detido na Província de Udomsay. Ele e a esposa, Saeng Khum, foram presos em 9 de julho de 1999. Ele foi sentenciado a 15 anos de prisão por traição.
Khampay /////
Um dos quatro cristãos presos em 2 de agosto de 2004, por causa de sua fé.
Nhot /////
Cristão da etnia Khmu, detido na Província de Udomsay. Foi acusado de participar de uma “reunião subversiva” na Tailândia, e sentenciado a 15 anos de prisão.
Pheng ////
Um dos quatro cristãos presos em 2 de agosto de 2004, por causa de sua fé.
Serun (1958) /////
Líder cristãos preso após um culto em 3 de abril de 2003. Supõe-se que a igreja estava na mira do governo por causa da visita, no início daquele ano, de um oficial de alta patente.
Soua Yang Chanh //////
Cristão da etnia Hmong, detido na Província de Udomsay. Foi acusado de participar de uma “reunião subversiva” na Tailândia, e, entre 2000 e 2001, foi sentenciado a 12 anos de prisão.
Thong Chan //////
Pastor cristão de Udomsay, que já foi governador distrital. Após sua conversão, foi preso pela primeira vez em 1999 e condenado por pregar o evangelho, ser traidor da nação e falar mal da nação. Estima-se que será libertado em 2014.
Ton (1945) /////
Líder cristão preso após um culto em 3 de abril de 2003. Supõe-se que a igreja estava na mira do governo por causa da visita, no início daquele ano, de um oficial de alta patente.


PRISIONEIROS DO MÉXICO:

Em 1997, houve um massacre em Acteal, vilarejo de Chiapas, no sul do México, e mais de 40 cristãos foram acusados injustamente do crime. Atualmente 34 cristãos estão presos. As sentenças variam entre 36, 26 e 25 anos de prisão. Por enquanto, não temos acesso a esses cristãos.
Os cristãos presos são os seguintes:Nicolas Hernandez Perez
Hilário Guzmán Luna
Antonio Perez Hernandez
Pablo Hernandez Perez
José Perez Guzmán
Javier Luna Perez
Mariano Luna Perez
Juan Luna Perez
Pablo Perez Perez
Elias Luna Ruiz
Florentino Perez Jimenez
Antonio Gutierrez Santiz
Ignacio Guzmán Luna
Juan Gómez Perez
Rafael Luna Vasquez
Agustín Vasquez Mendez
Hilário Luna Perez
Emilio Gómez Luna
Bartolo Luna Perez
Daniel Perez Perez
Juan Santiz Vasquez
Agustín Perez Gómez
Marcos Arias Perez
Agustín Gómez Perez
Juan Nicolas Perez
Lorenzo Perez Vasquez
Victorio Arias Perez
Mariano Gómez Ruiz
Alonso Vasquez Ramirez
Andrés Mendez Vasquez
Tomás Perez Mendez
Manuel Perez Luna
Jacinto Arias Cruz
Mariano Perez Jiomenez


PRISIONEIROS DO PAQUISTÃO:

Anwar Kenneth (1959) //////
Em 25 de setembro de 2001, Anwar Kenneth foi preso no Distrito Policial Gawal Mandi, em Lahore, e acusado de fazer comentários depreciativos contra Maomé. Em 18 de julho de 2002, ele foi sentenciado à morte pelo tribunal de Lahore, onde está na prisão Kot Lakhpat. Aparentemente, Anwar está demente, e a lei proíbe a execução de pessoas nessa condição.
Ashiq Kingri Masih (1977) /////
Jovem católico, que fizera uma falsa conversão ao islamismo a fim de se casar com uma jovem mulçumana, está preso, desde 3 de maio de 2000, acusado de blasfêmia por tentar retornar a sua fé cristã, quando o casamento não aconteceu. Em 29 de junho de 2002, o Distrito de Faisalabad e o tribunal o condenaram à forca sob a acusação de “caluniar o profeta Maomé”. Desde essa época, Ashiq está em uma solitária.
Buta Masih (1936) ///////
Cristão sentenciado a 10 anos de prisão em novembro de 2006, por cometer "blasfêmia" contra o Alcorão. Ele foi condenado aos 70 anos de idade, além de ter de pagar uma multa de 25 mil rúpias paquistanesas (414 dólares).
Dil Awaiz (1974) //////
Detido desde junho de 2005 na prisão de Pendjab, acusado de participar do assassinato do irmão dele, em 2002.
Emanuel Masih /////
Tem 43 anos, é pai de seis filhos e trabalha como gari. Em 24 de maio de 2008, ele foi preso e recebeu uma sentença de cinco anos, além de uma multa de 25.000 rúpias (US$320). Uma briga entre seu filho e o filho de um policial muçulmano causou sua prisão, tortura, e incapacitação física.
James Masih (1936) /////
Cristão sentenciado a 10 anos de prisão em novembro de 2006, por cometer "blasfêmia" contra o Alcorão. Ele foi condenado aos 70 anos de idade, além de ter de pagar uma multa de 25 mil rúpias paquistanesas (414 dólares).


PRISIONEIROS DO PERU:

Antonio Felipe Medina Cuadros /////
Detido na prisão Castro Castro, em Lima, sob a alegação de praticar terrorismo.
Bartolo J. Leonardo Ramirez /////
Detido na prisão Picsi sob a alegação de praticar terrorismo.
Carlos Ortega López /////
Detido na prisão Castro Castro, em Lima, sob a alegação de praticar terrorismo.
Elisa Telecila Ramos Delgado
Detida na prisão Chorrillos desde 1994.
Elizabeth Cardenas Huayta ////
Detida na prisão Chorrillos desde 1996.
Felipe Antonio Medina Cuadros /////
Detido na prisão Castro Castro, em Lima, desde 2003, e sentenciado a 20 anos de prisão.
Gelácio Garcia Melgarejo //////
Detido na prisão Castro Castro, em Lima. Seu caso foi apresentado pela organização Paz Y Esperanza [Paz e Esperança] a 30 comissões ad hoc (destinada a essa finalidade) de revisão.
Lider Rivera Matos /////
Desde 1994, detido na prisão Castro Castro, em Lima. Seu caso foi apresentado pela organização Paz Y Esperanza [Paz e Esperança] à comissão ad hoc (destinada a essa finalidade) de revisão.
Sandro Francisco Melendez León /////
Desde 1994, detido na prisão Castro Castro, em Lima, e sentenciado a 20 anos de prisão.
Victor Medina Yupanqui //////
Detido na prisão Castro Castro, em Lima.
Victor Raúl Palma Suarez //////
Detido na prisão Castro Castro, em Lima, desde 1994.


PRISIONEIROS DO UZBEQUISTÃO:

Dmitry Shestakov (1969) //////
Em março de 2007, o pastor Dmitry foi culpado de "incitar ódio religioso" e foi sentenciado a quatro anos de reclusão em uma penitenciária agrícola. Três meses depois, o pastor foi transferido de uma penitenciária agrícola para um campo de trabalhos forçados. A alegação usada para a transferência foi "mal-comportamento" do pastor.
Salavat Serikbayev (1974) //////
Pastor condenado, em maio de 2007, a dois anos de prisão em um campo de trabalhos forçados por “quebra de protocolo e ensino da religião”. Além de preso, Salavat foi obrigado a passar 20% de seu sustento ao Estado. Mais tarde, sua sentença foi alterada para um ano. Sua pena inclui plantar árvores no deserto, das 8 às 20 horas, sob o forte sol do Uzbequistão.


PRISIONEIROS DO VIETNÃ:

Estima-se que 350 cristãos da etnia degar estejam presos por defender os direitos humanos, pregar o evangelho ou fugir para o Camboja. Por enquanto, não temos acesso a esses presos.

Bui Van Ba /////
O pastor Bui Van Ba, secretário-geral da organização da rede de igrejas não registradas Igreja do Evangelho Pleno, está sob prisão domiciliar na cidade de Ho Chi Minh, desde que, em 18 de agosto de 2003, a polícia invadiu uma reunião de oração em sua casa. Sua esposa , foi ferida durante a ação, . Em dezembro passado, ele foi acusado de “resistir a um oficial no cumprimento de seu dever”. Seu julgamento estava marcado para 13 de janeiro de 2004, porém, no último minuto, foi postergado para uma data posterior, provavelmente por causa da grande repercussão internacional e do interesse demonstrado pelas embaixadas do ocidente pelo caso.
K'Pa Binh (1976) //////
Ativista cristão degar condenado a 15 anos de prisão , em junho de 2007, por “ser cristão da igreja doméstica”, por se envolver em campanhas pelos direitos à liberdade de expressão, por defender os direitos da etnia degar e possuir telefone celular. K'Pa Binh foi preso em setembro de 2006 por ter participado de um protesto pacífico de Páscoa. Ele está preso na penitenciária T-20, na cidade de Pleiku, província de Gia Lai.
K’Pa Cin (1965) //////
Ativista cristão degar condenado a 15 anos de prisão, em junho de 2007, por “ser cristão da igreja doméstica”, por se envolver em campanhas pelos direitos à liberdade de expressão, por defender os direitos da etnia degar e possuir telefone celular. K’Pa Cin estava preso desde novembro de 2006 na penitenciária T-20, na cidade de Pleiku, província de Gia Lai.
Ksor Phong (1972) //////
Cristão degar, condenado, em junho de 2007, a seis anos de prisão por ser membro de igreja cristã.
Le Thi Cong /////
Condenado a quatro anos de prisão e três de prisão domiciliar em maio de 2007, acusado pela mídia estatal de que tivesse juntando “provas sobre a opressão do regime com base na religião protestante”.
Em uma apelação ao Supremo Tribunal do Vietnã em novembro de 2007, a condenação por “propaganda contrária à República Socialista do Vietnã” foi confirmada pelas autoridades, mas acredita-se que a exposição do caso na mídia internacional contribuiu para a redução da sentença em um ano.
Nai H’Ngat (1975) //////
Cristã degar da vila de Kli Kia, condenada, em junho de 2007, a seis anos de prisão por ser cristã e prestar ajuda a refugiados.
N.V.B. //////
Vietnamita preso em novembro de 2003. Sua prisão teve a finalidade de pressionar seu filho, um evangelista muito ativo. A polícia espalhou rumores falsos de que N. V. B. tramava o assassinato de diversas pessoas. Eles querem sentenciá-lo a 12 anos de prisão.
Nguyen Van ///////
Condenado a cinco anos de prisão e quatro de prisão domiciliar em maio de 2007, acusado pela mídia estatal de que tivesse juntando “provas sobre a opressão do regime com base na religião protestante”.
Em uma apelação ao Supremo Tribunal do Vietnã em novembro de 2007, a condenação por “propaganda contrária à República Socialista do Vietnã” foi confirmada pelas autoridades, mas acredita-se que a exposição do caso na mídia internacional contribuiu para a redução da sentença em um ano.
Nguyen Van Cuong //////
Sobrinho de Nguyen Van Ly, sacerdote católico ativista. Foi preso, em 20 de junho de 2001, e acusado de guardar documentos pertencentes a seu tio.
Nguyen Van Dung //////
Sobrinho de Nguyen Van Ly, sacerdote católico ativista. Foi preso, em 20 de junho de 2001, e acusado de guardar documentos pertencentes a seu tio.
Puih Alum (1950) //////
Cristão degar da província de Gia Lai, condenado, em junho de 2007, a sete anos de prisão por "fazer parte de igreja doméstica”.
Puih Hih (1975) //////
Cristão degar, condenado, em junho de 2007, a seis anos de prisão por ser membro de igreja cristã.
Rcom Wit //////
Cristão degar da província de Gia Lai, condenado a sete anos de prisão por "fazer parte de igreja doméstica”.
Rmah Ca (1972) //////
Cristão degar da província de Ploi Tao Ko, sentenciado em junho de 2007 a nove anos de prisão, por ser ativista da igreja doméstica. Ele estava preso desde maio de 2006, depois de ter escapado em uma floresta, em novembro de 2004.
Siu Blok (1953) //////
Cristão degar da vila de Ploi Breng 1, na província de Gia Lai, condenado, em junho de 2007, a oito anos de prisão por “por pregar o evangelho e propagar o cristianismo”.
Siu Ho (1979) //////
Cristão degar da vila de Ploi Tao, na província de Gia Lai, condenado, em junho de 2007, a oito anos de prisão por “por pregar o evangelho e propagar o cristianismo”.
Thua Tu Thia //////
Cristão da minoria étnica H’mong, da vila de Huoi Xua, Distrito de Muong Te, Província de Lai Chau. Desde de 10 de setembro de 2001, está na prisão Dien Bien Phu, na Província de Lai Chau.

TESTEMUNHO DE CRIANÇAS DA IGREJA DA CHINA:

Se todo mundo fosse como estas crianças que não tem medo da opresão das dificuldades e nem por um segundo pensam em negar a Jesus mesmo que o mundo todo esteja contra elas. E você? Fica firme ou por qualquer situação nega a JESUS?
video

TESTEMUNHO DE ALEXANDER OGORODNIKOV:

A importancia de nossas orações: Pois elas movem a mão de Deus. Transformam as vidas daqueles por quem nós oramos. Não duvide disso!
video

URGENTE LEIA E PASSE ADIANTE IMPORTANTE:

caso conheça alguém com esta doença entre em contato. passe adiante é sério.

UTILIDADE PUBLICA

Parto foi através de cesariana,
pois até a data prevista (31/3)
não houve sinais, então optamos pela
cirurgia.
Pedro nasceu muito bem. Chorou logo e teve nota 9 de Apgar.
Nasceu com 48 cm e pesou 3,430kg.
Seu primeiro ano de vida foi ótimo, com desenvolvimento perfeito
e
nenhuma doença.
Sentou com cinco meses, andou com 11meses, disse as primeiras
palavras com 7 meses e antes disso já
emitia sons naturais de um bebê.
Com um ano e dois meses, certa tarde durante o sono, Pedro
acordou
assustado como estivesse se engasgando.

Isso se repetiu por mais alguns dias até que fomos ao médico.
Este
viu uma crise, suspeitou de
refluxo-gastresofágico e solicitou alguns exames.

Nesta época, estas crises aconteciam mais ou
menos 10 vezes ao
dia
e duravam aproximadamente15 segundos.
Como os exames não acusaram nada, por indicação do médico,
procuramos um neurologista infantil que disse tratar-se de
crises
convulsivas.

Fizemos um primeiro eletro encefalograma que foi normal.

Procuramos o Dr.Salomão Schwartzmam, que o avaliou e
considerou-o
logicamente perfeito. Nesse período, as crises aumentavam em
quantidade e intensidade.

Assim, em agosto de 90 ele foi internado na UTI pela primeira
vez
com aproximadamente uma crise a cada 3 minutos.

Ficou no Hospital 20 dias e saiu com as crises mais controladas.
Fez uma Tomografia Computadorizada que foi normal.

O segundo eletro acusou foco irritadiço do lado direito
cérebro.

Apesar de tudo isso, seu desenvolvimento continuava normal,
porém
mostrava-se mais sonolento. As
crises continuavam; eram crises mistas.

Em outubro de 90, percebemos
que ele estava sorrindo menos,
chorando menos e que quando sorria, o lado esquerdo de seu rosto
parecia paralisado.

Em novembro de 90, percebi que ele usava menos o braço esquerdo.
Os
médicos chamaram de seqüelas.

Em dezembro de 90, fizemos uma ressonância magnética d e crânio,
um
exame de Fundo de Olho e alguns exames para detectar erros
inatos
do metabolismo.

Todos os exames foram normais.

Nessa época, ele já apresentava dificuldade para caminhar e
falava
menos.

Mantinha uma média de mais ou menos 20 crises por dia. No
decorrer
de sete meses mudamos de médicos por diversas vezes vários
anticonvulsivantes foram testados.
Porém o efeito nunca era totalmente satisfatório. E esteve
internado mais duas vezes para controlar
crises mais freqüentes.

Em janeiro de 91, Pedro foi internado mais uma vez e saiu do
hospital sem andar, sentar ou falar. Em
fevereiro,
novamente foi internado com crises muito fortes,
ficou
20 dias no Hospital.
As crises já duravam 1 min, manifestando-se a cada 10 min.

Nessa ocasião, foi medicado com cortisona e fez vários exames de
Metabolismo, porém nada foi encontrado... A habilidade motora
dele
ficou
debilitada. Quando teve alta, não segurava a cabeça, não
sentava sozinho e parecia não reconhecer ninguém, além de não
fixar
o olhar em nada.

O tempo foi passando, e com seções de fisioterapia e muito
carinho
Pedro foi conseguindo alguns
pequenos progressos.

Continuávamos nossa maratona em médicos e exames, porém nada
acontecia.

Suas crises ficaram um pouco mais controladas, manifestando-se
somente durante o sono, aproximadamente 8 episódios por noite,
com
duração de cerca de 1 min.
No final de 95, ele ficou alguns dias consecutivos sem
apresentar
crises.

Nestes últimos anos, repetiu alguns
exames, porém nada de novo
foi
encontrado. Teve complicações pulmonares e tomou muito
antibiótico.
Nos últimos meses de 95, Pedro readquiriu o controle da cabeça e
ganhou maior firmeza no tronco.
Passou a fixar o olhar nas pessoas e objetos, porém ainda não
manifestando desejo de pegá-los. Seu rosto
ficou mais expressivo, apesar de ainda não rir ou chorar.

Em janeiro de 96, repetimos a Ressonância Magnética que se
apresentou tal e qual a anterior, segundo o
médico que assinou o laudo.
O Dr. Fernando Arita, seu médico atual, diagnosticou que Pedro
em um cérebro um pouco menos denso
do que uma criança de 7 anos.
Repetimos também o eletro encefalograma, que se apresentou bem
melhor que o anterior, com crises mais
localizadas.
Fizemos também, um estudo de Cariótipo pai, mãe e filho)
com a
Dra.Rita de Cássia Stoco e nada foi
encontrado.
Disse suspeitar de Doenças Mitocondriais e sugeriu que

fizéssemos
um estudo de DNA.

Foi feita também, uma dosagem de aminoácidos no sangue e
cromatografia de açúcares na urina. Atualmente, Pedro mantém
cerca
de 4 crises convulsivas durante o sono, principalmente a partir
das
horas da madrugada.
Em suas crises estica braços e pernas, gira a cabeça para a
esquerda e chora. Duram cerca de 45 segundos. Sua atenção
continua
fixa nas pessoas e objetos, porém não se movimenta
espontaneamente.
Readquiriu razoável controle de tronco, porém não senta, não
fica
em pé, não fala, não sorri ou chora.

De dois anos para cá, desenvolveu uma escoliose bastante

preocupante. Está medicado com Rivotril, Valpakine e Tryleptal.
Pedro, atualmente, está com 15 anos.
Durante todos estes anos, não encontramos uma resposta para o
que
acontece com Pedro, e, também nunca encontramos alguém com
problema semelhante para trocar experiências.
Se você
puder ajudar, se for médico ou já conheceu alguma
criança
com o mesmo problema, por favor, nos
escreva.

Se não, passe essa mensagem para frente para que encontre o
destino
certo.

Muito Obrigado,

Liane e Manoel.


Nosso endereço:
Rua Conselheiro Brotero, 1559 apto 134 CEP 01232-011
São
Paulo - SP -
BRASIL
Fone: (11) 3662.4826

PS: O simples fato de repassar esta mensagem, já é por si só, um
ato de solidariedade.
Peço a todas as pessoas as quais enviamos esta mensagem que, por
favor, tentem se conscientizar da
necessidade que
nós, seres humanos, temos de receber a ajuda um do outro.

Enviem essa mensagem para todas as pessoas da sua lista, desde
aquela que você escreve todos os dias, até a
pessoa que você não escreve há muito tempo.....
Assim poderemos, quem sabe, ajudar essa família.


'Fica sempre um pouco de perfume nas mãos que oferecem rosa

O ALTO PREÇO PAGO PARA SEGUIR JESUS:

O alto preço pago por Nehamiah Baki para seguir Jesus

Saiba mais sobre a Igreja no Chade
CHADE (*) - Pouco depois de um ano de conversão ao cristianismo em Ngudungudu, no Chade, Nehamiah Baki deixou a cidade para se encontrar com sua família nômade no deserto.

Ele havia entregue sua vida a Cristo em dezembro de 1995. Sua mulher já havia voltado à casa de seus pais e ao estilo nômade de vida, e Baki, um legítimo muçulmano e nômade fulani, desejava voltar a se unir à sua mulher e aos seus dois filhos.

No entanto, o sogro de Nehamiah Baki, quando soube de sua conversão, prendeu a filha e disse que só a deixaria voltar para ele caso renunciasse à fé cristã.

“Quando eu voltei para apanhar minha mulher e as crianças, meu sogro me disse claramente que não deixaria minha mulher ficar comigo, um pagão”, declarou Nehamiah Baki ao Compass. “Apesar de todas as súplicas, meu sogro se recusou a deixar que eu levasse minha mulher e meus filhos.”

Durante um ano, Nehamiah Baki enfrentou ameaças de membros de sua família para que ele renunciasse à fé cristã. Ele se recusou, mas continuou vivendo com eles e se integrando à vida nômade dos criadores de gado. Todos os dias, por 30 minutos, ele se sentava sob uma árvore, lia a Bíblia e orava enquanto via o gado pastar.

Ameaçado pela hostilidade de seus parentes, um dia Nehamiah resolveu ir embora sem sua família. Alguns anos depois, ele voltou para tentar convencer seu sogro a deixar que ele levasse sua mulher e seus filhos. No decurso do confronto, seu sogro matou uma das crianças, em 18 de agosto de 2002.

“No fim de tudo isso, ele assassinou meu primeiro filho, Joshua, envenenando-o”, disse Nehamiah Baki. “Depois de perder meu filho e ter minha vida ameaçada, tive que ir embora sem minha mulher, mas consegui levar nosso segundo filho.”

Garantia da presença divina

Durante o período de hostilidade por parte de seus parentes, a fé de Nehamiah foi fortalecida e protegida. Ele declarou que Jesus Cristo apareceu em muitos de seus sonhos, assegurando que estava ao lado dele.

A jornada pelos caminhos de Cristo não começou sem uma advertência. Tudo começou depois de ouvir uma mensagem cristã em uma fita cassete na língua fula. Um evangelista, conhecido como pastor Musa, mostrou a fita para ele e para outros membros de sua casa em dezembro de 1995.

“Eu, meu pai, um primo e meu irmão estávamos em casa naquela tarde”, disse ele. “A mensagem do cassete dizia que todo aquele que não aceitar Jesus Cristo, não será salvo. Eu nunca tinha ouvido uma mensagem dessas enquanto era muçulmano, no islamismo não há nenhuma garantia de que alguém será salvo.”

A mensagem de garantia de salvação o fez pensar. “Quando eu ouvi aquela mensagem, naquela noite decidi que tinha que aceitar Jesus Cristo como meu salvador”, disse ele ao Compass. “Eu disse ao pastor Musa que eu havia decidido entregar minha vida a Jesus. Ele me disse para pensar bem no assunto antes de tomar essa decisão.”

Naquela noite, Nehamiah Baki tomou coragem para falar a seu pai que queria se tornar um cristão. Muito chocado, seu pai o alertou de que ele não iria agüentar a perseguição que iria sofrer.

Deixar o islamismo seria como cometer suicídio

“Ele me disse que era impossível deixar o islamismo, pois isso significaria o mesmo que cometer suicídio”, contou. “Mas eu insisti que precisava me tornar um cristão. Ele olhou em meus olhos e disse que não iria tentar me deter, mas que eu deveria estar preparado para encarar as conseqüências da minha decisão.”

Nehamiah Baki deixou sua mulher e dois filhos, e caminhou por dois dias pelo deserto à procura do pastor Musa.

“Eu me encontrei com o pastor Musa em Ngudungudu e disse a ele sobre o meu desejo de deixar o islamismo e me tornar um cristão”, contou. “Ele orou para que eu aceitasse Jesus, e eu fiquei lá com ele, ouvindo mensagens em fitas cassetes, já que eu não sabia ler.”

Em janeiro de 1996, Nehamiah Baki foi batizado na congregação local de Ngudungudu, a qual ele chama simplesmente de igreja evangélica.

Depois que as hostilidades forçaram-no a deixar grande parte da sua família no Chade, em 2002, Nehamiah Baki voltou ao pastor Musa, que o apresentou a uma missionária ocidental de seu país, Oscillia Geffelle. Ela o levou a uma missão, onde ele recebeu ensinamentos sobre os princípios básicos de saúde. Enquanto aprendia a ajudar no tratamento de pacientes e pregava o evangelho, ele teve que deixar seu segundo filho em um orfanato.

O até então nômade e analfabeto, que não conhecia nenhuma outra atividade senão o cuidado com o gado, era agora um assistente de saúde em uma clínica cristã, dividindo o evangelismo com outras pessoas.

Preocupada com a segurança de Nehamiah Baki no Chade, a missionária Oscillia Gefelle o enviou em 2003 a uma escola bíblica, a Ecole Bibligue, em Tibarti, próximo de Yaoundé, no Camarões. Depois de terminar seus estudos, Nehamiah Baki foi em 2006 para a Nigéria, onde ficou estudando a língua hauçá por um ano.

Força e encorajamento

No ano passado, ele se matriculou em um curso de quatro anos na Faculdade Bíblica de Zalanga, um instituto teológico da Igreja Evangélica do Oeste da África, no Estado de Bauchi. Zakariya Zwahu, diretor da faculdade, disse que Baki está indo bem no curso.

Nehamiah Baki disse que Deus tem sido fiel, mas que ele conta com o apoio de outros cristãos para completar seus estudos na faculdade.

Mesmo sendo um fugitivo, afastado de sua família por mais de 11 anos por se tornar um cristão, Nehamiah diz que olha para trás com alegria pela escolha de receber Jesus.

“Acusações e sofrimentos não devem desencorajar ninguém a seguir Jesus Cristo”, afirmou Nehamiah Baki ao Compass. “Mas, os muçulmanos que fizeram a decisão de seguir o caminho da verdade, Jesus Cristo, devem se manter firmes.”

CURA DIVINA DA AIDS!

"Cura Divina da AIDS!"

Nascido em 20/8/1962 e criado na Zona Sul do Rio de Janeiro. Venho de uma família de classe média toda voltada ao espiritismo. Sou filho de Marilu Scalzo Legey e Milton Pereira Legey (In Memorium), famoso compositor das décadas de 50 e 60, autor de várias músicas famosas, dentre elas: Fósforo Queimado, Rolei Rolei etc. Meu pai era irmão de Aloysio Legey, diretor de núcleo de vários programas da Rede Globo de televisão (Criança Esperança, Desfile das Escolas de Samba, Show da Virada etc.), do qual sou sobrinho e afilhado. Fiz faculdade de Letras(Port/Ing) e academia de artes maciais (Jiu-Jitsu/faixa-preta). Aos 18 anos, herdei do meu avô materno uma construtora, Arthur Scalzo & Cia Ltda. Fiquei rico, tinha poder, mulheres, carros, viagens etc. e tudo mais que o mundo poderia oferecer de melhor.

"Não ajunteis tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem tudo consomem, e onde os ladrões minam e roubam" (Mateus 6:19)

Aos 21 anos, me tornei dependente químico e chegei a usar todas as drogas, tendo tido inclusive 3 overdoses. Com as drogas vieram a perda de caráter, da personalidade, a prostituição e a falência. Para tentar não cair de padrão de vida entrei na marginalidade e no mundo do crime, passando a comprar carros roubados, posteriormente roubando os própirios carros, emitindo cheques sem fundos, realizando golpes e participando de falcatruas. Fui preso, julgado e condenado a 23 anos pelos diversos crimes cometidos. Participei de diversas rebeliões, motins, greves de fome etc. Cumpri 8 anos em regime fechado em diversos presídios: Presídio Ary Franco (Água Santa), Instituto Penal Edgard Costa (Niterói), Presídio Hélio Gomes e Penitenciária Lemos Brito no extinto Complexo Penitenciário da Frei Caneca/RJ e 4 anos em regime semi-aberto no Instituto Penal Plácido Sá Carvalho no Complexo Penitenciário de Gericinó/RJ. Lá deparei-me com o Diretor Paulo Roberto Rocha, que tinha sido meu aluno de defesa pessoal quando fez prova para o DESIPE. Ele foi um dos precursores a incentivar o convênio para usar a mão de obra carcerária para trabalhar nas ruas, e posteriormente assassinado na Av.Brasil.

Em 1998, conheci a pessoa que me mostraria a palavra de Deus, e que hoje é a minha amada esposa, a Missionária Verônica Legey, uma Varoa Valorosa que foi obediente ao Senhor e me ganhou para Jesus indo me evangelizar no cárcere.

"Assim não são mais dois, mas uma só carne. Portanto, o que Deus ajuntou não o separe o homem." (Mateus 19:6)

Em 2001, como falei, foi feito um convênio entre a Secretaria de Justiça, a Fundação Santa Cabrini, a Secretaria de Administração Penitenciária e a CEDAE, pelo então Governador do RJ, Anthony Garotinho e o diretor da CEDAE/Zona Oeste na ocasião, Alcione Duarte. Consegui então, um emprego digno onde trabalhei até Dezembro/2006 na CEDAE.

"Veio, porém, a lei para que a ofensa abundasse; mas, onde o pecado abundou, superabundou a graça" (Romanos 5: 20)

Mas, depois de tantos pecados e orgias, colhi o que plantei. Descobri que estava com AIDS. Passei 3 anos tomando os coquetéis anti-retrovirais. Participei de uma campanha feita pelo Pastor Ricardo Barros de Belo Horizonte/MG, que tem o Ministério da cura...

"Ele é o que perdoa todas as tuas iniqüidades, que sara todas as tuas enfermidades" (Salmos 103:3)

Deus continua operando os mesmos milagres de 2000 anos atrás, Deus curou-me da AIDS. Tenho os exames comprovando a cura. Basta aceitá-lo, arrepender-se, converter-se dos maus caminhos e ter Fé, pois sem Fé é impossível agradar a Deus.
Deus ainda me deu o Ministério do dom da Unção da Cura e Libertação, e para Honra e Glória do Senhor Jesus, temos sido usados como um canal abençoador de vidas por todos os lugares que passamos dentro e fora do Estado, para que o nome do Senhor seja Exaltado e Glorificado.
Hoje trabalho só pra Deus, sou Ministro do Evangelho, consagrado e ungido como Pastor. Congrego na Assembléia de Deus Pentecostal Ministério das Últimas Horas - Recreio/RJ - Pastor Presidente: Sérgio Luiz Ferreira Alves.

"E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra." (2 Crônicas 7:14)

"Ora, sem fé é impossível agradar-lhe; porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe, e que é galardoador dos que o buscam." (Hebreus 11:6)

Este é apenas um resumo das maravilhas que Deus fez na minha vida. Convites para pregações, testemunho, palestras sobre dependência química, DST (Doenças Sexualmente Transmissíveis), congressos etc, entrem em contato comigo:


Pastor Gilberto Legey
Tels.: (21) 2406-2255 ou (21) 9847-1444
E-mail: gilbertolegey@cooperadoresdedeus.com;
MSN: gilbertoscalzolegey@hotmail.com
Site: www.cooperadoresdedeus.com

Testemunhos

Seu testemunho é uma importante ferramenta para levar o evangelho adiante!
Contamos com sua colaboração!
Um grande e sincero abraço! E que Jesus continue abençoando a sua vida!

Envie seu testemunho para familiadahmer@bol.com.br ou